Primeiro cliente do 737, companhia alemã vai substituir os aviões da Boeing pelo Airbus A320

Em 48 anos, a Lufthansa operou um total de 157 jatos Boeing 737 (Lufthansa)

Na última sexta-feira (29) pousou no Aeroporto de Frankfurt, na Alemanha, o último Boeing 737 em operação comercial pela companhia Lufthansa.

A empresa alemã foi o primeiro operador da aeronave, em 1968, 10 meses após o voo inaugural do modelo. A companhia aérea vem substituindo seus 737 pelo Airbus A320, na versão mais recente do A320 – a Lufthansa também foi o cliente-lançador do A320neo.

O 737 derradeiro da Lufthansa, na versão 300, levava a matricula D-ABEF, a mesma que foi utilizada no primeiro modelo deste tipo operado pela empresa, um 737-100.

Em 48 anos, a Lufthansa operou 157 jatos Boeing 737, nas versões 100, 200, 300, 400 e 500, além dos modelos cargueiros 200C e 300QC (Quick Change), que podia ser configurado para transportar passageiros ou cargas.

Nessas quase cinco décadas de operação, os 737 da empresa alemã realizaram cerca de 5,5 milhões de pousos sem registrar nenhum acidente. Por outro lado, dois 737 da Lufthansa foram sequestrados por terroristas palestinos, em 1973 e 1977.

Bobby

Na Lufthansa, o Boeing 737 ganhou até apelido: “Bobby”, em referência ao seu porte. Em 1968, o modelo da Boeing era o menor avião da frota da Lufthansa.

Nessa época, a empresa alemã encomendou o 737 para substituir o Douglas DC-9 e, posteriormente, o Boeing 727 em operações domésticas e para outros países na Europa.

Fonte: airway